Academia Electrão
O que é a academia electrão?

A Academia Electrão é um projecto do Electrão - Associação de Gestão de Resíduos que pretende contribuir para que o objectivo da economia circular se realize no âmbito dos vários tipos de resíduos que gerimos: embalagens, equipamentos eléctricos e pilhas.

A Academia Electrão tem como objectivos principais:

- Envolver os stakeholders com actividade em Portugal, incluindo a comunidade científica e as empresas, focada nos fluxos específicos de REEE, de RPA e RE, da responsabilidade do Electrão.

- Promover e incentivar a investigação e desenvolvimento e a sensibilização, comunicação e educação junto da comunidade científica, das empresas e da sociedade em geral, relacionadas com a gestão dos fluxos específicos de REEE, de RPA e de RE, da responsabilidade do Electrão.

- Premiar projectos inovadores com foco na gestão e destino sustentável dos fluxos específicos de REEE, RPA e RE, da responsabilidade do Electrão.

Qual é o âmbito da academia electrão?

A Academia Electrão dirige-se a projectos relacionados com a inovação, gestão sustentável e sensibilização, comunicação e educação, com foco nos fluxos específicos de REEE, RPA e RE.

Os projectos candidatos à Academia Electrão poderão enquadrar-se nas áreas de Engenharia, Arquitectura, Design, Marketing, Comunicação ou outras.

Quem se pode candidatar?

São destinatárias da Academia Electrão as seguintes entidades:

i) Instituições de ensino superior e de investigação, alunos ou investigadores.
ii) Sector empresarial, seja na área industrial ou noutro tipo de empresas, incluindo empresários em
nome individual. Válido apenas para empresas com actividade no território nacional.
iii) Associações de desenvolvimento.
iv) Instituições sociais, organizações ambientais, culturais e artísticas.
v) Comunidade artística.
vi) Outras entidades, incluindo particulares (residentes em Portugal), com interesse em desenvolver
projectos neste âmbito.

Quais são as categorias de projecto?

À Academia Electrão podem candidatar-se projectos dentro das seguintes categorias:

  • Ponto Electrão
  • Reciclagem Electrão
  • Reutilização Electrão
  • Digital Electrão (Site/Aplicação/Jogo)
  • Mobilização Electrão
  • Arte Electrão: Problema dos Plásticos nos Oceanos
Projectos já terminados podem ser candidatos?

Na Academia Electrão poderão ser registadas candidaturas de projectos em qualquer estado de desenvolvimento, p.ex. ideias, projectos em desenvolvimento, projectos já terminados ou outros.

No caso de projectos já terminados, a sua candidatura só será aceite se estes tiverem sido iniciados posteriormente a Janeiro de 2016.

Como posso participar?

As candidaturas para a 1ª edição da Academia Electrão são processadas a partir do preenchimento do formulário de candidatura. Para além do preenchimento do formulário de candidatura são obrigatórios os seguintes documentos:

- Identificação do candidato (individual ou coletiva)
- Pitch de apresentação do projecto (são permitidos vários formatos)
- Relatório sumário de apresentação do projecto (máx. 10 paginas e de acordo
com os requisitos do regulamento da concurso - artigo 5º)

Como devo entregar os elementos da candidatura?

Os documentos obrigatórios de candidatura devem ser entregues através do site www.academiaelectrão.pt.

Posso realizar várias candidaturas?

Sim. A Academia Electrão permite que o mesmo candidato / grupo candidato possa concorrer várias vezes, desde que com projetos diferentes. É assim igualmente possível o enquadramento de duas candidaturas do(s) mesmo(s) autor(es) na mesma categoria.

Posso incluir os três fluxos geridos pelo Electrã?

Sim, as candidaturas podem considerar os três fluxos geridos pelo Electrão: Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos, Resíduos de Pilhas e Acumuladores, bem como Resíduos de Embalagens. No caso da categoria “Arte Electrão”, os projetos candidatos terão de incidir sobre o tema “Problema dos Plásticos nos Oceanos”.

Qual o prazo de candidatura?

As candidaturas à Academia Electrão estarão abertas entre os dias 12 de Novembro de 2018 e 30 de Abril de 2019.

Quais são os critérios de avaliação dos projetos?

Os critérios de avaliação a serem utilizados na Academia Electrão são os que de seguida se apresentam. Estes serão ponderados segundo uma grelha de avaliação definida pelo Electrão.

  • Definição do problema/questão ao qual o projecto pretende responder e pertinência da temática.
  • Justificação e robustez científica com base nos trabalhos já conhecidos; justificação e capacidade de mobilização.
  • Inovação associada ao projecto.
  • Originalidade e criatividade associadas ao projecto candidato.
  • Viabilidade e implementação, tendo em conta a exequibilidade técnica do projecto bem como a sua viabilidade económica, considerando o orçamento apresentado face às actividades a desenvolver.

Qualidade da apresentação do projecto, nomeadamente através do Pitch e/ou apresentação em powerpoint e/ou do relatório do projecto.

Qual o valor dos prémios a atribuir?

A Academia Electrão irá atribuir prémios no valor de 18.000 euros, num máximo de 3.000 euros por cada categoria de projecto. Os projectos são seleccionados pelo júri da Academia Electrão e os valores de cada prémio individualmente serão definidos a cada edição.

Como são atribuídos os prémios?

A decisão sobre a entrega dos prémios será tomada pelo Júri, que é composto por personalidades reconhecidas do panorama nacional e que, pelo seu currículo, demonstram competências de excelência para avaliar as candidaturas e definir os projectos a premiar no âmbito da Academia Electrão.

A decisão do Júri é tomada segundo os critérios definidos no Regulamento da Academia Electrão e através da grelha de avaliação estabelecida pelo Electrão, sendo soberana e não passível de recurso. Em caso de empate na votação, caberá à Presidência do Júri o voto de qualidade.

Como garanto os meus direitos de propriedade?

Todo o conteúdo apresentado pelos projectos candidatos e direitos de propriedade pertencem e são da responsabilidade dos seus respectivos autores. Caso o Electrão considere viável a implementação de alguns dos projectos, os responsáveis destes serão contactados para negociar os termos da sua utilização, incluindo a patente, no caso de existir.