Academia Electrão

IKEA - O problema das pilhas não recarregáveis

IKEA - O problema das pilhas não recarregáveis

Em 2019, o IKEA vendeu, em todo o mundo, aproximadamente 300 milhões de pilhas alcalinas. As pilhas são consideradas um resíduo perigoso, que podem demorar até 1000 anos a se decomporem, caso não sejam depositadas correctamente para serem recicladas. Além dos impactos que podem causar nos ecossistemas, a poluição provocada pelas pilhas usadas abandonadas no ambiente afecta também a saúde humana.

Neste sentido, o grupo IKEA, anunciou a sua decisão de eliminar todas as pilhas alcalinas não recarregáveis nas suas lojas até Outubro de 2021. O grupo assegura que se todos os clientes IKEA substituírem as pilhas alcalinas descartáveis por pilhas recarregáveis, poderá haver uma redução global de 5 mil toneladas destes resíduos por ano.

Esta medida encontra-se alinhada com a missão de responsabilidade ambiental e social do IKEA, pretendendo contribuir para um desenvolvimento e futuro sustentáveis. O grupo espera igualmente servir de exemplo e inspiração para outras empresas do sector.

A iniciativa do IKEA serve de exemplo para o consumidor conhecer a perigosidade associada às pilhas descartáveis, quando estas são descartadas impropriamente. Para que este problema seja combatido em grande escala, é necessário que existam soluções que ajudem a inovar este fluxo de resíduos, permitindo diminuir o seu impacto.

A reciclagem de pilhas e acumuladores representa uma oportunidade de criação de novas tecnologias e produtos. Se tens alguma ideia de como valorizar estes resíduos, candidata-te na categoria Valorização Electrão até 14 de maio de 2021!

28 janeiro 2021