Academia Electrão

Sabor de baunilha a partir de resíduos plásticos

Sabor de baunilha a partir de resíduos plásticos

Joanna Sadler e Stephen Wallace, cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, apresentaram uma forma inovadora de transformar garrafas de plástico reciclado em aromatizantes de baunilha. Como? Utilizando bactérias Escherichia coli geneticamente modificadas.

Para tal, foi desenvolvida uma enzima mutante capaz de decompor o politereftalato de etileno (PET) das garrafas e obter vanilina, que é o composto principal para obter aroma a baunilha.Os trabalhos laboratoriais já realizados permitiram obter uma taxa de conversão de 79% do ácido tereftálico em vanilina.A vanilina é utilizada na indústria alimentar e cosmética, mas também no fabrico de produtos farmacêuticos, de limpeza e herbicidas. Actualmente, 85% da vanilina é sintetizada a partir de produtos químicos derivados de combustíveis fosseis. Assim, a descoberta de Joanna Sadler e Stephen Wallace contribui para a sustentabilidade demonstrando a importância da química verde neste processo.

Agora, os cientistas encontram-se a trabalhar para conseguir melhores os resultados obtidos, tornando o processo mais eficiente.

Este é um tipo de projecto com enquadramento na categoria Valorização Electrão, onde um processo de reciclagem permite obter um produto de alto valor acrescentado. Se também estás a trabalhar num projeto de investigação com potencial para se tornar candidato à Academia Electrão, fica atento ao desenrolar desta iniciativa!

15 junho 2021