Academia Electrão

Plástico marinho dá vida a equipamento desportivo

Plástico marinho dá vida a equipamento desportivo

A federação cabo-verdiana de futebol decidiu lançar uma nova linha de equipamentos conjugando o facto das selecções daquele país serem conhecidas como ‘Tubarões azuis’ e o facto de Cabo Verde ser um país inteiramente oceânico.

Assim, surgiu a ideia de a camisola principal apresentar motivos ligados ao mar e de ser confeccionada com fibra sintéctica obtida através da reciclagem de garrafas de plástico recolhidas do mar. A confecção de cada camisola permite dar nova vida a treze garrafas de plástico que correspondem a 75% do equipamento.

Apesar do plástico recolhido utilizado na confecção não ter origem nas áreas costeiras do país, esse é um dos objectivos para o futuro, assim que seja criada uma política ambiental que permita a sua recolha e encaminhamento para as instalações de tratamento e produção do fornecedor.

Para além do impacto ambiental positivo, a utilização destes equipamentos irá permitir consciencializar a população cabo-verdiana para a necessidade de adoptar boas práticas, nomeadamente no que diz respeito à protecção e conservação dos oceanos.

Ao permitir a reciclagem de resíduos, este é um projecto que poderia ser candidato à categoria Valorização Electrão. Se tens uma ideia que dá nova vida aos resíduos de REEE, RPA ou resíduos de embalagens, candidata-te à Academia Electrão!

29 junho 2020